Document details

Effects of the use of occlusal splints on the neuromuscular function

Author(s): Dias, Amândio Alberto Pedro

Date: 2018

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/16054

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): Beneficio ergogenico; Eletromiografia; Equilibrio corporal; Forca; Goteiras; Funcao Neuromuscular; Body Balanc; Electromyography; Ergogenic aid; Neuromuscular function; Occlusal splints; Strength; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Clínica; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Clínica; Domínio/Área Científica::Ciências Médicas::Medicina Clínica


Description

Dispositivos orais, tais como as goteiras, têm sido promovidos como um meio para aumentar a performance desportiva. As goteiras promovem variações na posição do maxilar e como conseguinte criam alterações na articulação temporomandibular (ATM) e nos músculos masticatórios. Estudos têm sido feitos sobre os seus efeitos, a nível neuromuscular e fisiológico, para determinar as mudanças causadas pela sua utilização. Contudo, devido à escassez de estudos nesta área, bem como a lacunas nas metodologias usadas, não é possível dar uma resposta definitiva sobre a possível influência das goteiras na capacidade neuromuscular e na performance desportiva. Deste modo, o objetivo desta tese foi determinar os efeitos agudos da utilização de goteiras em diferentes aspetos da função neuromuscular. Para tal, cinco estudos foram realizados: 1) Uma revisão sistemática, que revelou evidências do efeito positivo das goteiras em tarefas isométricas do trem superior, para sujeitos destreinados; 2) Um estudo que demonstrou que as goteiras melhoram a força e atividade muscular em tarefas isocinéticas do trem superior, para sujeitos destreinados; 3) Um estudo que determinou que, em jogadores de rugby, as goteiras não aumentaram a força do trem superior num movimento balístico, mas com protetores bocais customizados aumentavam o pico de força e o pico de aceleração, embora outros parâmetros de força e potência não tenham sido afetados; 4) Um estudo que analisou a oscilação do corpo na marcha e corrida através da análise cinemática e não encontrou diferenças em função da utilização de goteiras; e 5) Um estudo que observou a oscilação do centro de pressão, a atividade EMG de músculos do membro superior e a precisão no alvo de atletas do tiro enquanto utilizavam goteiras e não encontrou diferenças em nenhum dos parâmetros. O efeito ergogénico das goteiras, ocorreu de forma clara em ações de força dinâmica do trem superior e em sujeitos destreinados. Protetores bocais customizados, que reposicionam em atletas treinados a ATM numa posição idêntica ás goteiras, melhoraram alguns parâmetros de força e aceleração em movimentos balísticos do trem superior, mas não afetaram outros parâmetros. Futuras investigações devem confirmar estas hipóteses, bem como averiguar o efeito a longo prazo da utilização de goteiras.

Oral appliances, such as occlusal splints (OS), have been advocated as a mean to improve high-level sports performance. OS promote variations in jaw position and therefore create a change in the temporomandibular joint (TMJ) and on the masticatory muscles. They have been a subject of research, at neuromuscular and physiological level, to determined changes derived from the use of such devices. However, due to a paucity of research studies, and limitations on the used methods in the performed studies, it is not possible to give a correct and definite answer to the possible influence of OS on neuromuscular function and in the human sports performance. Therefore, this thesis aimed to ascertain the acute effects of occlusal splints on neuromuscular function. Five studies were conducted to achieve this purpose: 1) a systematic review, which revealed evidence of the effects of OS in upper body isometric tasks, for untrained healthy subjects; 2) a study that showed that OS enhance strength and muscle activity in upper body isokinetic tasks for untrained subjects; 3) a study which determined that for rugby athletes, OS did not increase strength in an upper body power movement, but a customized mouthguard increased peak force and peak acceleration despite other force and power did not change; 4) a study that analyzed kinematic body oscillation in gait and running and found no changes when using OS; and 5) a study that found no changes in body sway, EMG from upper limb muscles and shooting accuracy in pistol shooters while using OS. The ergogenic effect of OS was found in the dynamic strength performed by untrained subjects. Customized mouthguards, that reposition, for trained athletes, TMJ in an identical position as OS, increased some parameters of strength and acceleration but did not change other parameters. Future research should confirm these findings, while also determining the long-term effect of using OS.

Document Type Doctoral thesis
Language English
Advisor(s) Correia, Pedro Luís Camecelha de Pezarat
Contributor(s) Dias, Amândio Alberto Pedro
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents