Document details

Utilização da condição corporal e dos níveis de glucose e β-hidroxibutirato sanguíneos como indicadores precoces de toxémia de gestação em cabras

Author(s): Barão, Inês Peixoto

Date: 2015

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/7896

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): Toxémia de gestação; Glicémia; BHB; Condição corporal; Caprinos; Pregnancy toxemia; Glucose; Body condition; Dairy goats


Description

A toxémia de gestação é uma doença metabólica que afeta pequenos ruminantes com mais frequência no último mês de gestação. Esta doença ocorre devido ao desequilíbrio entre o aumento das necessidades energéticas fetais e a capacidade materna de produzir glucose, havendo formação de corpos cetónicos. Devido à deteção tardia dos sinais clínicos nos animais doentes e à elevada taxa de mortalidade, superior a 80%, é importante que os animais com maior risco de desenvolverem toxémia de gestação sejam identificados precocemente. Este estudo avaliou a glicémia e BHB sanguíneo e, ainda a condição corporal de 59 cabras de aptidão leiteira, provenientes de uma exploração, em diversos momentos de gestação. Assim, tentou-se determinar se algum dos parâmetros avaliados poderia ser utilizado como indicador precoce. Dos 59 animais do estudo, apenas três manifestaram toxémia de gestação. Embora não conclusivo, a variável BHB mostrou diferenças significativas (p <0,05) entre os grupos com e sem doença, quando avaliados na primeira metade da gestação. Quando testada a sensibilidade e especificidade do dia de análise, registou-se uma tendência estatística (p= 0,061) que sugere poder ser usado como indicador precoce, sendo provavelmente necessário uma maior amostra para obter conclusões definitivas. Apesar do reduzido número de animais doentes neste estudo, os parâmetros de glicémia e condição corporal, embora sem diferenças significativas, não devem ser excluídos como indicadores precoces de toxémia de gestação, sendo necessários estudos complementares.

ABSTRACT - Use of body condition score and blood glucose and β-hydroxybutyrate as early indicators of pregnancy toxaemia in dairy goats - Pregnancy toxemia is a metabolic disease in small ruminants that tends to occur in the last month of gestation. It occurs when fetal energetic demands overwhelm the capacity of the doe to produce glucose, resulting in ketone body formation. In most of the cases, the clinical signs are only detected in the final stages of the disease with a very high mortality rate. Therefore, it’s important to identify the animals with higher risk of developing pregnancy toxemia to avoid the occurrence of the disease and the economic lost associated with it. The present study was performed in 59 dairy goats in a dairy farm. We analyzed blood glucose and BHB and body condition at different times during gestation, to define which one is better to early identify the animals with higher risk of pregnancy toxemia. Of the 59 does analyzed, only three showed clinical signs of the disease. Although not conclusive, the variable BHB showed significant differences (p< 0.05) between the groups with and without toxemia, when analyzed in the first half of gestation. When the moment of evaluation was tested as a possible early indicator, there was only a tendency in the results (p= 0.061), suggesting that the results are promising, although a larger number of animals is needed to reach reliable conclusions. Probably due to the low number of sick animals, blood glucose and body condition did not show significant differences between groups. However, they should not be excluded as early indicators, requiring further studies.

Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Stilwell, George Thomas
Contributor(s) Barão, Inês Peixoto
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents