Document details

Abordagem da pancreatite canina e felina : do diagnóstico clínico ao diagnóstico histopatológico

Author(s): Cardoso, Catarina Flaspoehler Barreto Gomes

Date: 2015

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.5/8787

Origin: Repositório da UTL

Subject(s): Pancreatite; PLI; Ecografia; Histopatologia; Canina; Felina; Pancreatitis; Ultrasound; Histopathology; Canine; Feline


Description

Pancreatite é a doença pancreática exócrina mais comum, tanto nos cães como nos gatos. Nos últimos anos esta afeção tem sido alvo de investigação e de avanços significativos, mas o seu diagnóstico continua a ser bastante desafiante em Medicina Veterinária. A apresentação clínica dos animais é muito variável e acompanhada de achados clínicopatológicos pouco específicos. A sua etiologia, mecanismos fisiopatológicos, classificação, tratamento e prognóstico são igualmente assuntos em constante evolução. O presente trabalho tem como objetivo a análise geral de 52 casos clínicos, de cães e gatos com suspeita e/ou diagnóstico de pancreatite. Foi, então, realizada uma ampla revisão bibliográfica relacionada com esta afeção, de forma a aprofundar os conhecimentos sobre o assunto, dando especial importância aos vários meios de diagnóstico utilizados na sua deteção. Posteriormente foram analisados os casos clínicos recolhidos, avaliando a utilidade dos meios de diagnóstico mais correntemente utilizados na prática clínica (imunoreatividade à lipase pancreática sérica (PLI) e ecografia abdominal), isoladamente ou combinados com o diagnóstico histopatológico desta doença. Pudemos concluir que a combinação da avaliação do historial do animal com a medição do PLI sérico, acompanhado da realização de uma ecografia abdominal, é a forma mais fiável e prática no diagnóstico de pancreatite. Idealmente estes devem ser acompanhados de uma citologia ou histopatologia pancreática, de maneira a obter um diagnóstico definitivo.

ABSTRACT - CANINE AND FELINE PANCREATITIS APPROACH: FROM CLINICAL TO HISTOPATHOLOGIC DIAGNOSIS - Pancreatitis is the most common exocrine pancreatic disease in both cats and dogs. In recent years the disease has been under investigation and significant advances have been made, but the diagnosis remains quite challenging . The clinical presentation is very variable and accompanied by some nonspecific clinicopathological findings. The etiology, pathophysiology, classification, treatment and prognosis are also subjects in constant evolution. This paper focused on the general analysis of 52 clinical cases of dogs and cats with suspected and/or diagnosis of pancreatitis. A comprehensive literature review was then performed relating to this condition, in order to deepen the knowledge on the subject, paying particular attention to the various diagnostic methods used in its diagnostic. The collected clinical cases, assessing the usefulness of diagnostic tools most commonly used in clinical practice were analyzed (serum pancreatic lipase immunoreactivity (PLI) and abdominal ultrasound), alone or combined with the histopathological diagnosis of this disease. Although, we consider that the evaluation the animal's history with measurement of serum PLI and abdominal ultrasound the safest and most practical way in the diagnosis of pancreatitis, ideally these should be accompanied by a pancreatic cytology or histopathology, in order to obtain a definitive diagnosis as shown in this study.

Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Cardoso, Catarina Flaspoehler Barreto Gomes
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents