Detalhes do Documento

A Colaboração de Portugal no Programa NATO Alliance Ground Surveilance

Autor(es): Castelão, Francisco

Data: 2015

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10400.26/11613

Origem: Academia da Força Aérea

Assunto(s): NATO AGS; Situacional Awareness; Superioridade de Informação; Contribuição; Benefícios


Descrição

Este trabalho de investigação, que se insere na área científica de Guerra de Informação, procura estudar o programa NATO Alliance Ground Surveillance (AGS), focalizando a investigação na participação de Portugal, através da contribuição da Força Aérea Portuguesa (FAP), com o objetivo de discutir as várias formas de participação no AGS, e respetivos benefícios. O AGS irá fornecer em breve à Aliança uma importante capacidade de Intelligence Surveillance and Reconaissance (ISR) com o objetivo de aumentar o seu situacional awareness, atuando como ferramenta de criação de superioridade de informação. Com o objetivo de responder à pergunta de investigação: Poderá Portugal, através da participação da Força Aérea Portuguesa, contribuir para a edificação do Programa NATO AGS e simultaneamente obter benefícios?; procede-se à análise dos custos e benefícios associados às diferentes participações no AGS, através de uma metodologia que aborda as seguintes dimensões: condições de contribuição no AGS e os benefícios para a FAP e para Portugal, de forma a explicar os conceitos de Contribuição, Benefício e Smart Defense. Através desta análise é possível concluir que a contribuição em género é particularmente vantajosa para Portugal no NATO AGS, abrindo espaço para uma participação da Força Aérea Portuguesa neste programa, através da disponibilização de meios.

Tipo de Documento Dissertação de mestrado
Idioma Português
Contribuidor(es) Castelão, Francisco
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Documentos Relacionados

Não existem documentos relacionados.