Detalhes do Documento

Determinantes dos ratings da dívida soberana: análise aos períodos pré e pós crise

Autor(es): Proença, Catarina Alexandra Neves

Data: 2014

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10400.26/13365

Origem: Instituto Politécnico de Coimbra

Assunto(s): Ratings soberanos; Crise; Agências de rating; Painel; Efeitos fixos; Efeitos aleatórios; Ordered probit; União Europeia


Descrição

A presente dissertação pretende estudar os determinantes dos ratings das dívidas soberanas no leque de dez países pertences à União Europeia e quatro não pertencentes e não europeus, das três principais Agências de Rating. Pretende também verificar se os determinantes se alteraram antes e depois da crise financeira, analisando os períodos entre 1995 a 2006 e 2007 a 2012. Utilizaram-se dados em Painel e fizeram-se estimações com Ordinary Least Square, Least Squares Dummy Varibales, Generalized Least Squares e Ordered Probit. Os resultados mostram-se mais satisfatórios com a abordagem Ordered Probit. As variáveis mais relevantes para a amostra global utilizando a última abordagem foram o PIB per capita, o Crescimento real do PIB, a Taxa de Desemprego, a Dívida do Governo, a Eficácia do Governo e as Reservas. Para a regressão linear foram o PIB per capita, a Taxa de Desemprego, a Dívida do Governo e o Saldo Orçamental. Concluiu-se que a partir da crise de 2007, as agências de rating seguiram um modelo matemático, sendo pró-cíclicas, alterando os ratings tardiamente

Tipo de Documento Dissertação de mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Dias, José Carlos Gonçalves
Contribuidor(es) Proença, Catarina Alexandra Neves
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Documentos Relacionados

Não existem documentos relacionados.