Detalhes do Documento

Atitudes dos pais e dos professores face à depressão infantil

Autor(es): Costa, Sónia Marisa Brandão da

Data: 2012

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10400.26/2483

Origem: Escola Superior de Educação João de Deus

Assunto(s): Depressão; Atitude dos pais; Escola


Descrição

A palavra depressão é cada vez mais falada e divulgada, chegando assim ao conhecimento de todas as pessoas. A depressão, inicialmente, era atribuída apenas aos adultos, era impensável uma criança padecer desta doença mental. Mas já se concluiu que também os recém nascidos, crianças e adolescentes podem ter depressão. Os primeiros cuidados que a mãe tem durante a gestação são fundamentais para evitar ou atenuar uma depressão. Os pais, a escola e toda a comunidade envolvente, tem a obrigação de proteger e compreeender a criança no sentido de a ajudar a ultrapassar obstáculos e ser preparada para a vida. O presente trabalho tem como objectivo analisar as atitudes dos professores face à Depressão Infantil e posteriormente fazer uma comparação com as atitudes dos pais face à depressão infantil. Para tal depois de aplicarmos 100 questionários aos pais, também aplicamos questionários aos professores. Assim através das respostas de ambos os sujeitos analisamos se existem diferenças entre os conhecimentos dos pais e dos professores. Fizemos pesquisa bibliográfica e encontramos estudos de alguns autores sobre a DI. António Coimbra de Matos (2001), Maria Luísa Lima (1996), Teresa Ferreira (1993) e Ajuriaguerra (1991) são alguns dos autores que nós nos debruçamos para elaborar a parte teórica do nosso projecto.

Tipo de Documento Dissertação de mestrado
Idioma Português
Contribuidor(es) Costa, Sónia Marisa Brandão da
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Documentos Relacionados

Não existem documentos relacionados.