Detalhes do Documento

O Músico Profissional

Autor(es): Sanches, António Paulo Lucas de Vasconcelos e

Data: 2017

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10400.8/2862

Origem: IC-online

Assunto(s): Musica; Músico profissional; Liberdade artística; Sustentabilidade financeira; Domínio/Área Científica::Humanidades::Artes; Domínio/Área Científica::Humanidades::Artes; Domínio/Área Científica::Humanidades::Artes


Descrição

Este trabalho debruça-se sobre músicos profissionais. Como objetivo geral pretende-se compreender o percurso de um músico profissional. Ademais, e como objetivos mais específicos pretende-se: a) identificar as especificidades pessoais e profissionais do músico profissional; b) caracterizar o modo de vida dos músicos profissionais; e c) conhecer a perceção dos músicos acerca da sua atividade profissional e consequente relevância na sociedade. Nesse âmbito, além do mais, equacionaremos a liberdade artística que o músico tem para escolher os seus projetos musicais e, na falta da mesma, se é obrigado a realizar trabalhos que se prendem apenas com objetivos puramente económicos. Afere-se também sobre a perceção que os próprios músicos têm sobre a sua atividade profissional e de que forma é enquadrada na sociedade em geral, ou seja, com que olhos se vêem e com que olhos são olhados. Considerando os objetivos supra citados, propõe-se a realização de um estudo de caráter qualitativo e interpretativo que procura identificar interações existentes entre as vivências individuais e os indicadores mais relevantes no âmbito desta problemática. O instrumento de recolha de dados incide na entrevista semiestruturada, individual, assente num guião previamente construído com vista a recolher todas as informações necessárias que nos permitam refletir e responder aos objetivos inerentes ao estudo. Por fim, importa-nos realçar as conclusões emanadas da análise das entrevistas e perceber de que modo respondem aos objetivos do estudo previamente definidos, aferindo se permitem ou não um esclarecimento cabal das nossas curiosas dúvidas aquando da escolha do tema em questão. Face ao que decorre das entrevistas levadas a cabo no presente estudo, pode-se concluir, além do mais, que o gosto musical surge precocemente, sendo que o meio envolvente e a dinâmica musical de determinado local bem como as amizades inerentes ao mesmo justificam uma maior inclinação para esta forma de arte. Outra conclusão a assinalar, prende-se com o facto de todos os entrevistados considerarem o seu percurso profissional tão natural que não lhes permite definir o momento exato da sua profissionalização efetiva. No seu dia-a-dia, as suas atividades são similares: ensaiar reportório, dedicar tempo de estudo ao instrumento base de cada um e preparar o melhor possível as suas atuações tendo em vista o público para que vão atuar. Reconhecem, contudo, que a sua liberdade artística, na maior parte das vezes, cede perante a necessidade de auferir rendimentos estáveis. Todos os entrevistados enfatizaram o facto de não auferirem um rendimento fixo, estando este, sempre dependente do número de trabalhos que desempenham. Aliás, consideram ser este o maior problema e o principal entrave da profissão. Mesmo assim e concluindo, todos eles e sem exceção, não abandonariam a profissão apesar da precariedade financeira a que estão sujeitos.

Tipo de Documento Dissertação de mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Milhano, Sandrina Dinis Fernandes; Caeiro, Mário Jorge da Câmara de Melo
Contribuidor(es) Sanches, António Paulo Lucas de Vasconcelos e
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Documentos Relacionados

Não existem documentos relacionados.