Detalhes do Documento

Avaliação da eficácia da cetamina em associação com a metadona na analgesia intra e pós-cirúrgica em ovariohisterectomias eletivas de cadelas

Autor(es): Lopes, Margarida Reis Ramos

Data: 2015

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10437/6797

Origem: ReCiL - Repositório Científico Lusófona

Assunto(s): MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA VETERINÁRIA; VETERINÁRIA; CÃES; OVARIOHISTERECTOMIA; ANALGESIA; METADONA; CIRURGIA VETERINÁRIA; DOGS; ANALGESIA; METHADONE; VETERINARY SURGERY; CETAMINA; NOCICEPÇÃO; OVARIOHYSTERECTOMY; KETAMINE; NOCICEPTION; CANÍDEOS; CANIDS; MEDICINA VETERINÁRIA; VETERINARY MEDICINE


Descrição

O reconhecimento e avaliação da dor pós-cirúrgica nos animais tem-se demonstrado um desafio crescente ao longo dos anos. Este estudo teve como objetivo principal avaliar o contributo do fármaco cetamina, como coadjuvante analgésico, no controlo da nocicepção durante e após a cirurgia de ovariohisterectomia (OVH) em cadelas, utilizando a monitorização de parâmetros fisiológicos (frequência cardíaca, frequência respiratória, pressão arterial e temperatura), e a escala numérica da Universidade do Colorado para avaliação da dor. Os animais foram divididos, aleatoriamente, em dois grupos: no grupo metadona (GM; n=5) foram pré-medicados com 0,03 mg/kg de acepromazina pela via Intra-muscular (IM) e 0,5 mg/kg de metadona IM, e no grupo metadona e cetamina (GMC; n=5) foram pré-medicados com 0,03 mg/kg de acepromazina IM e 0,5 mg/Kg de metadona IM, utilizando também 1 mg/kg de cetamina IV, 5 minutos antes do início da cirurgia. A avaliação da dor foi realizada 15 minutos, 30 minutos, 1h, 2h e 6h após a cirurgia. Os resultados deste estudo sugerem que a cetamina, como coadjuvante analgésico, contribui para o controlo da nocicepção durante e após uma OVH, visto que provocou uma melhoria no controlo dos efeitos dos estímulos nociceptivos sobre o sistema cardiovascular (frequência cardíaca e pressões arteriais) e uma diminuição do grau de dor pós-cirúrgica avaliada segundo a Escala de Dor da Universidade do Colorado.

The recognition and assessment of postoperative pain in animals has shown to be a growing challenge over the years. This study aimed to assess the contribution of ketamine as an adjuvant analgesic, control of nociception during and after ovariohysterectomy (OVH) in bitches, resorting to the monitoring of physiological parameters (heart and respiratory rate, blood pressure and temperature) and the numerical pain scale of University of Colorado. The animals were randomly separated into two groups: Methadone Group (GM; n=5), premedicated with 0,03 mg/kg of Intramuscular (IM) acepromazine and 0,5 mg/kg of IM methadone, the Methadone and Ketamine Group (GMC; n=5), was premedicated with 0,03 mg/kg of IM acepromazine and 0,5 mg/kg of IM methadone and also 1 mg/kg of IV ketamine, 5 minutes before surgery. Pain assessment was made 15 minutes, 30 minutes, 1 hour, 2 hours and 6 hours after surgery. The results of this study suggest that ketamine, as an adjuvant analgesic, contributes to the control of nociception during and after an OVH, as has caused an improvement in monitoring the effects of noxious stimuli of the cardiovascular system (heart rate and blood pressure) and a decrease in the degree of post-surgical pain assessed according to the Colorado State University Pain Scale.

Orientação : Lénio Ribeiro ; co-orientação : Joana Branquinho

Tipo de Documento Dissertação de mestrado
Idioma Português
Contribuidor(es) Ribeiro, Lénio, orient.
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Documentos Relacionados

Não existem documentos relacionados.