Detalhes do Documento

À descoberta de palavras : desenvolver questões morfológicas em crianças com 5 anos

Autor(es): Araújo, Luísa Cerqueira

Data: 2015

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1724

Origem: Repositório Científico IPVC

Assunto(s): Desenvolvimento da linguagem; Consciência morfológica; Tarefas de treino da consciência morfológica; Crianças pré-escolar com 5 anos de idade; Language development; Morphological awareness; Training of morphological conscience tasks; Pre-school children with 5 years of age


Descrição

No âmbito da prática profissional inserida no Mestrado em Educação Pré-Escolar, efetuou-se um estudo no Jardim de Infância do Agrupamento de Escolas de Monserrate, em Viana do Castelo. O objetivo primordial deste estudo, passou por analisar os efeitos e a influência que uma intervenção composta por um percurso pedagógico orientado para o desenvolvimento da consciência morfológica pode ter em crianças em idade pré-escolar, mais concretamente com 5 anos. O grupo de participantes era constituído por 10 crianças com 5 anos de idade. Optou-se por uma metodologia de investigação de natureza qualitativa e recolheram-se dados através da observação participante, vídeos, registo fotográfico, registos das crianças e através da aplicação de um pré e de um pós-teste. Foi assim pensada uma intervenção focada em potenciar e desenvolver habilidades morfológicas nas crianças, nomeadamente ao nível das seguintes tarefas: Família de Palavras, Identificação do Morfema Base, Analogia de Palavras e Interpretação de Pseudopalavras. Para isso, a intervenção contou com 4 tarefas sobre cada um dos níveis anteriormente referidos, centradas assim na formação de palavras morfologicamente relacionadas, na identificação de morfemas base em palavras derivadas, no reconhecimento da relação gramatical correta componente de determinada transformação morfológica e na interpretação de pseudopalavras, tendo em conta a atribuição de significados corretos a diferentes morfemas e afixos. Para identificar o nível de desenvolvimento da consciência morfológica que as crianças apresentavam, foram realizados dois testes, um no início e outro no final do estudo. Para isso, as 10 crianças foram divididas em condições diferentes: Grupo de Intervenção (6 crianças da sala na qual o investigador realizou a sua prática curricular) e o Grupo de Controlo (4 crianças de outras duas salas do mesmo JI). Ambos foram alvo do mesmo teste, porém apenas o GI sofreu intervenção. Com este estudo, concluiu-se que de facto o GI, após a aplicação de ambos os testes, evidenciou um nível superior no que diz respeito ao conhecimento de determinadas regras morfológicas. Em contrapartida, o GC que não sofreu qualquer tipo de intervenção, não demonstrou nenhuma melhoria entre ambos os testes, evidenciando assim um menor conhecimento de regras morfológicas. Os efeitos do estudo provam que é possível desenvolver habilidades morfológicas de determinados níveis da morfologia, em crianças com 5 anos, ou seja, sem terem iniciado oficialmente o processo de alfabetização.

In the context of professional practice included in the Master Degree of Preschool Education, a study was conducted in the kindergarten of the Monserrate Grouping of Schools in Viana do Castelo. The primary objective of this study was analyzing the effects and the influence that an intervention consisting of a pedagogical course oriented to the morphological awareness development can have in preschool age children, more specifically within 5 year olds. The group of subjects was composed by 10 children with 5 years of age. We opted for a methodology of research of qualitative nature and we collected data through participant observation, videos, photographic record, records of children and through the application of a pre and post test. It was thus conceived an intervention focused on enhancing and develop morphological skills in children, focusing in the following tasks: Family of words, identification of the Base Morpheme, analogy of words and interpretation of Pseudowords. For this reason, the intervention had 4 tasks performed on each of the levels previously mentioned, thus focusing in the formation of words morphologically related, in the identification of base morphemes in derived words, in the recognition of the correct grammatical relationship component of determined morphological transformation and in the interpretation of pseudoword, taking into account the allocation of correct meanings to different morphemes and affixes. In order to identify the level of development of morphological awareness that children presented, two tests were conducted, one at the beginning and another at the end of the study. For this reason, the 10 children were divided into different conditions: Intervention Group (6 children of room in which the researcher held its curricular practice) and the Control Group (4 children of other two rooms of the same kindergarten). Both were the target of same test, but only the IG suffered intervention. With this study, it was concluded that, in fact, the IG evidenced a higher level regarding the knowledge of certain morphological rules after application of both tests. In contrast, the CG that has not suffered any type of intervention showed no improvement between both tests, evidencing a less knowledge of certain morphological rules. The effects of the study prove that it is possible to develop morphological skills for certain levels of morphology, in 5 year-old children, without having officially started the literacy process.

Relatório Final de Prática de Ensino Supervisionada do Mestrado em Educação Pré-escolar apresentado na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo

Tipo de Documento Dissertação de mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Barbosa, Gabriela Maria Miranda
Contribuidor(es) Araújo, Luísa Cerqueira
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Documentos Relacionados

Não existem documentos relacionados.