Detalhes do Documento

O quotidiano deslocalizado : o desenho como mapa

Autor(es): Vieira, Ana Rita Sousa Gaspar

Data: 2016

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10451/25108

Origem: Repositório da Universidade de Lisboa

Assunto(s): Teses de doutoramento - 2016; Desenho; Mapas; Cartografia; Objectos moveis; Projectos artisticos; Vieira, Ana, 1940-2016; Schneider, Gregor, 1969-; Margolles, Teresa; Starling, Simon, 1967-; Haacke, Hans 1936-; Hatoum, Mona, 1952-; Broodthaers, Marcel, 1924-1976; Spoerri, Daniel, 1930-; Duchamp, Marcel, 1887-1968; Ray, Man, 1890-1976; Ukeles, Mierle Laderman; Bunga, Carlos, 1976-; Gomes, Fernanda, 1960-; Domínio/Área Científica::Humanidades::Artes; Domínio/Área Científica::Humanidades::Artes; Domínio/Área Científica::Humanidades::Artes


Descrição

A presente tese teórico-prática tem como questão central de investigação o modo como o desenho, entendido em sentido lato, edifica um mapa do quotidiano, que antecipa o território antes de coincidir com ele, em termos temporais e espaciais. Neste sentido, o desenho, enquanto médium, fixa o gesto, regista e situa o quotidiano, dando a ver a minha circunstância privada, entendida como ponto notável desse mapa. A vertente teórica da investigação aborda, no primeiro capítulo, conceitos fundadores, como os de rotinas táticas e estratégicas, apoiados nas análises de Michel de Certeau; o de repetição, contemplando acasos e desvios, que introduzem a deslocalização do quotidiano e a diferença criativa, enunciada por Gilles Deleuze; e o desenho como operação cartográfica, abstrata, mental e intuitiva, operacionalizada a partir das qualidades de númen e tenor, teorizadas por Philip Rawson. O segundo capítulo é dedicado ao trabalho da artista brasileira Fernanda Gomes, como caso de estudo que informa os conceitos de casa como matéria-prima do projeto artístico, de modus vivendi como modus operandi e de objet trouvé, enquanto elementos estruturantes na edificação do mapa referido, presente no meu projeto artístico. O projeto artístico Mapas Para Efetivar o Quotidiano, alicerça-se nestes conceitos para refletir sobre a domesticidade, a repetição e os automatismos diários, materializados nas obras Caderno Diário e Reunião. Do mesmo modo, articulando o branco do papel como superfície geradora e a autenticidade dos gestos ou a solidez dos objetos, constrói o mapa do meu quotidiano, fazendo do dia a dia a matéria-prima, assunto e programa do projeto artístico.

This theoretical and practical thesis has as its central research question the way drawing, understood in a broad sense, edifies a map of the everyday life, which anticipates the territory before coinciding with it, in spacial and temporal terms. In this sense drawing, as medium, holds the gesture, records and locates the everyday, making visible my own private circumstance, understood as a notable point of that map. The theoretical side of this research focuses, in the first chapter, on key concepts such as tactical and strategic routines, supported by the work of Michel de Certeau; repetition, contemplating chance and detours which introduce the relocation of the everyday and the creative difference, as enunciated by Gilles Deleuze; and drawing as cartographic operation, abstract, mental and intuitive, operationalised from the qualities of númen and tenor, theorised by Philip Rawson. The second chapter is devoted to the work of Brazilian artist Fernanda Gomes as case study informing the concepts of home as the artistic project’s raw material, of modus vivendi as modus operandi, and of objet trouvé as structuring elements in constructing the mentioned map, present in my artistic project. The project Mapas Para Efetivar o Quotidiano builds on these concepts to reflect on domesticity, repetition and daily automatisms, materialised in the works Caderno Diário and Reunião. Similarly, articulating the white of the paper as generating surface and the authenticity of the gestures and solidity of the objects, it builds the map of my everyday life, making the day-to-day the raw material, subject and program of the artistic project.

Tese de doutoramento, Belas-Artes (Desenho), Universidade de Lisboa, Faculdade de Belas-Artes, 2016

Tipo de Documento Tese de doutoramento
Idioma Português
Orientador(es) Saraiva, Pedro, 1952-; Gamito, Maria João, 1956-
Contribuidor(es) Vieira, Ana Rita Sousa Gaspar
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo