Detalhes do Documento

Um modelo de rastreabilidade usando standards GS1: caso de estudo aplicado aos produtos hortofrutícolas em Portugal

Autor(es): Lourenço, Joana Filipa Pinto

Data: 2015

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10362/19106

Origem: Repositório Institucional da UNL

Assunto(s): Cadeia de abastecimento; Rastreabilidade de produtos; Código de barras; Standards GS1; Produtos hortofrutícolas; Segurança alimentar; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Engenharia Mecânica; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Engenharia Mecânica; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Engenharia Mecânica


Descrição

A informação é um bem precioso para todas as entidades da cadeia de abastecimento. Para a cadeia de abastecimento alimentar a segurança alimentar, onde se insere o setor dos produtos hortofrutícolas, é uma prioridade. Devido às caraterísticas dos produtos deste setor a rastreabilidade é crucial para clientes finais, empresas, governo e comércio em geral. Para se conseguir proceder à rastreabilidade de qualquer produto alimentar é necessário associar ao fluxo de material o fluxo de informação e vice-versa. Neste sentido, surge o desenvolvimento da presente dissertação na Global Standards One (GS1) Portugal, que visa analisar e desenvolver propostas de melhoria que permitam a integração dos fluxos de informação e material ao longo de toda a cadeia de abastecimento através da utilização dos standards GS1. Tratando-se do primeiro estudo efetuado neste âmbito, é realizada uma análise económica ao setor de produtos hortofrutícolas em Portugal com o objetivo de caraterizar as empresas deste setor tendo sido definida uma amostra de nove empresas para análise. Em seguida, para cada uma das empresas foram identificados os principais fatores que influenciam a rastreabilidade dos produtos hortofrutícolas. A análise dos dados recolhidos permitiu identificar algumas propostas de melhoria no que diz respeito à identificação e codificação das unidades de consumo e unidades logísticas de expedição. Neste seguimento foi proposta uma codificação de informação em que para além da codificação do produtor, é também identificada a parcela agrícola onde o produto hortofrutícola é produzido. Em termos tecnológicos propõe-se a utilização da tecnologia de identificação automática, nomeadamente os standards GS1 do tipo barcode (código de barras). Propõe-se um modelo de rastreabilidade de produtos hortofrutícolas eficaz e eficiente que visa a utilização de uma solução global uniformizando os processos de etiquetagem e de registo de informação que, por um lado, melhora a precisão no registo da informação e, por outro, aumenta a rapidez no seu acesso, no caso de serem detetadas situações de risco para o cliente final em produtos hortofrutícolas. Por fim, são apresentadas as limitações do trabalho realizado e sugeridas propostas de trabalho futuro a desenvolver.

Tipo de Documento Dissertação de mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Barroso, Ana Paula
Contribuidor(es) Lourenço, Joana Filipa Pinto
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Documentos Relacionados

Não existem documentos relacionados.