Detalhes do Documento

Influência dos estilos parentais no desenvolvimento do comportamento criminal dos reclusos

Autor(es): Silva, Andrea Venícia Santos Reis

Data: 2010

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10400.6/2585

Origem: uBibliorum

Assunto(s): Parentalidade; Comportamento criminal


Descrição

A presente investigação procura contribuir para um conhecimento mais aprofundado de uma problemática complexa – os estilos parentais e o desenvolvimento do comportamento criminal. Procura-se compreender em que medida os estilos parentais estão relacionados e influenciam o desenvolvimento do comportamento criminal de reclusos, controlando pelas características sócio-demográficas e antecedentes familiares dos sujeitos. O estudo engloba a população reclusa do Estabelecimento Prisional de Castelo Branco. Trata-se de um estudo de natureza descritiva e correlacional. O instrumento utilizado para a recolha de dados foi um questionário desenvolvido por G. Parker, H. Tupling, L. Brown, em 1979, traduzido para o português, por Américo Baptista, em 1986, Parental Bonding Instrument, traduzido para Questionário de Ligação Parental. Os resultados indicam a existência de diferenças estatisticamente significativas nas escalas de Cuidado e Superprotecção face às figuras paterna e materna. Conclui-se que existe um controlo afectivo associado à figura da mãe e um controlo sem afecto associado à figura do pai. Os resultados também indicam que quanto mais elevada é a pontuação na escala de superprotecção percebida dos reclusos relativamente às mães, maior é o número médio de prisões registadas pelos reclusos

Tipo de Documento Dissertação de mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Simões, Maria de Fátima de Jesus
Contribuidor(es) Silva, Andrea Venícia Santos Reis
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Documentos Relacionados

Não existem documentos relacionados.